Quem classifica para Crioulaço Força A, B e C?

A popularíssima modalidade do tiro de laço do Cavalo Crioulo tem o nome de Crioulaço e nela existem diferentes categorias presentes em sua final.

12 de fevereiro de 2019

A maior disputa entre elas se trata da competição de duplas a qual é dividida entre Forças A, B e C. Cada uma delas têm particularidades e diferenças marcantes entre os competidores, o que justifica esta divisão e que serão explicadas aqui.

 

Como qualquer outra modalidade oficial, o regulamento dá as orientações das aplicações de regras, andamento da prova, os requisitos e pré-requisitos para se competir. Para acessar o regulamento do Crioulaço, basta CLICAR AQUI e conferir cada artigo para maior entendimento.

 

Sobre a divisão das forças, segundo o 31º artigo do regimento do Crioulaço, as duplas as quais disputam a Força A são as que alcançaram uma das três primeiras posições de uma prova oficial da modalidade ao longo do ciclo. Enquanto na Força B, é exigido que “nenhum dos laçadores tenha participado de duplas que tenham sido classificadas em algum Crioulaço do ciclo atual em primeiro, segundo ou terceiro lugares”.

 

Por fim, a Força C, que teve sua primeira participação no ciclo 2018 e, consequentemente, está em seu segundo ano de existência, tem especificada que nenhum dos laçadores da dupla podem ter alcançado classificação em provas de Crioulaço do ciclo em disputa.

 

 

Novidades da final: novas categorias

 

O 2019 do Crioulaço está em contagem regressiva. Falta pouco mais de dois meses para o evento mais esperado do ciclo e que coroa os melhores laçadores do ano da modalidade. Neste ano, serão 14 categorias diferentes onde os conjuntos brigarão pelo lugar mais alto do pódio.

 

Dentre as categorias da competição, três são inéditas: Laço Inclusivo, Laço Potro de Ouro e Laço Senhor. Segundo Éder “Canhão do Vale” de Azevedo, membro da subcomissão de Crioulaço, Laço Senhor é mais uma modalidade que soma para abraçar e ser abraçada pelos laçadores, o que acarreta numa maior participação.

 

Sobre o Laço Inclusivo, Canhão do Vale aponta que “vem pra suprir o anseio de laçadores com alguma deficiência, uma demanda das pessoas que gostam de laçar e não teriam como disputar outras categorias”.

 

Já o Potro de Ouro, dito como “a cereja do bolo”, segundo o coordenador da modalidade, Marcelo da Cruz Corrêa, foi criada exatamente pelo líder da subcomissão de Laço. Ela tem o intuito de estimular um aumento na criação e compra de exemplares para o Crioulaço e trazer uma disputa de laço diferente das demais.

 

 

Como se inscrever?

 

Para se inscrever na Final Nacional do Crioulaço, basta acessar ESTE LINK, selecionar a categoria desejada e efetuar o pagamento. A final acontece entre os dias 25 e 28 de abril no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.


Redação Arthur Grohs/ABCCC
Fotos Fagner Almeida

15/03/2019 How Train vence a Prova Especial Associação dos Cronistas de Turfe do Paraná

How Train vence a Prova Especial Associação dos Cronistas de Turfe do Paraná

15/03/2019  Hípica Paulista recebe 1ª qualificatória de Adestramento para o Pan 2019

Hípica Paulista recebe 1ª qualificatória de Adestramento para o Pan 2019

14/03/2019 Haras do Barulho, paixão pela raça Campolina que atravessa gerações

Haras do Barulho, paixão pela raça Campolina que atravessa gerações

14/03/2019 Congresso ABQM de Vaquejada dá a largada em Bezerros (PE)

Congresso ABQM de Vaquejada dá a largada em Bezerros (PE)

14/03/2019 O Marchador em Pista

O Marchador em Pista

14/03/2019 Jurados de Movimiento a La Rienda são definidos

Jurados de Movimiento a La Rienda são definidos

13/03/2019 Conheça maior feira equestre do mundo

Conheça maior feira equestre do mundo

13/03/2019 Crioulaço: inscrições abertas e premiação divulgadas

Crioulaço: inscrições abertas e premiação divulgadas

Histórico