Haras do Barulho, paixão pela raça Campolina que atravessa gerações

Cláudio Cunha, proprietário do haras, promove em abril mais um grande evento da raça no Pier da Praça Mauá, no Rio de Janeiro: o Leilão Campolina Rio 40º

14 de março de 2019

 

 

Desde 1992, o Haras do Barulho sempre teve o compromisso de disseminar a qualidade genética do Campolina para o Brasil. Claudio Cunha, proprietário do haras, escolheu a raça Campolina pelo porte, beleza e andamento.

Sempre com a participação da família, as instalações iniciais foram construídas com as referências da esposa Vera, reconhecida pelo bom gosto. Já o sufixo Barulho foi baseado no apelido de infância do filho mais velho, Pedro.

A criação do logotipo foi feita com o auxílio da sobrinha Flávia e tem como objetivo mostrar o Haras do Barulho como um lugar alegre, descontraído e feito para os amigos.

Acumulando mais de 30 anos de criação, o Haras do Barulho é uma fábrica de campeões, consagrando o trabalho de décadas com centenas de títulos e premiações nas principais exposições nacionais.

Agora, Cláudio Cunha abre suas portas para convidados e amantes do cavalo com a melhor genética nacional da raça Campolina, em um grande evento no Pier da Praça Mauá, no Rio de Janeiro: o Leilão Campolina Rio 40º.

Juntamente com alguns dos mais importantes criatórios do Brasil, Cláudio vai promover o aguardado remate no dia 06 de abril. Em oferta, uma alta diversidade de animais para as mais variadas preferências - cavalgada, reprodução, lida na fazenda, entre outras características.

Será possível ainda adquirir ventres e barrigas de matrizes homozigotas da raça Campolina, além de potros e pacotes de coberturas. No total, serão 30 animais à venda. Uma oportunidade única para a realização de grandes negócios!

 

Mais informações:
www.harasdobarulho.com.br
http://www.canalbusiness.com.br/?pg=23&id_busca=666

Redação Horse Brasil

Histórico