Criação: éguas cobertas por Roaring Lion têm prenhes confirmadas

Cavalo do Ano na Europa, em 2018, filho de Kitten’s Joy cumpre sua primeira temporada de monta.

06 de março de 2019

Múltiplo ganhador de G1 e eleito, pelos votantes do Cartier Awards, Cavalo do Ano na Europa, em 2018, Roaring Lion deu início à sua carreira de reprodutor. Segundo publicação de Martin Stevens, no website do Racing Post, foram confirmadas as primeiras éguas cheias pelo garanhão.

Dentre as 3 primeiras matrizes, com prenhes confirmada, está Common Knowledge (Rainbow Quest), mãe das ganhadoras de provas de grupo, Astrophysical Jet (Dubawi) e Coral Wave (Rock of Gibraltar). Common Knowledge, a exemplo de Roaring Lion, pertence à Qatar Racing.

Roaring Lion já padreou, até aqui, diversas corredoras clássicas. Giofra (Dansili), Bateel (Dubawi), Golden Lilac (Galileo), Just The Judge (Lawman), Lightning Pearl (Lion Dor) e Simple Verse (Duke of Marmalade) compõem o time de ganhadoras de graduação máxima servidas por Roaring Lion, que cobre por £ 40 mil no Tweenhills Stud (Grã-Bretanha).

Criado nos Estados Unidos, Roaring Lion (Kitten’s Joy e Vionnet, por Street Sense) foi arrematado pela Qatar Racing por US$ 160 mil nos leilões de setembro de 2016, em Keeneland. Enviado inédito para a Europa, competiu dos 2 aos 3 anos, obtendo 8 vitórias em 13 saídas. Venceu os Coral Eclipse Stakes (gr.I), International Stakes (gr.I), Irish Champion Stakes (gr.I) e o Queen Elizabeth II Stakes (gr.I). Somou mais de £ 2,2 milhões em prêmios.

 
 
Redação ABCPCC
Capa: Roaring Lion: garanhão debutante em 2019.
Imagem: Tweenhills Stud
 

Histórico