Vaquejada - Ceará comemora a Sanção da Lei de Regulamentação - Horse Brasil

Vaquejada – Ceará comemora a Sanção da Lei de Regulamentação

Horse Brasil 20 de setembro de 2019 260 Nenhum comentário

image

Com a sançao da Lei nº 13.873 de 2019, que regulamenta a prática da Vaquejada em todo o Território Nacional, ocorrida na última terça-feira, 17/9, o Ceará reassume o destaque no País no cenário de vaquejadas depois anos de recessão. Após diversos movimentos em prol da prática, a exemplo da ida dos vaqueiros à Brasília em 2016, os praticantes comemoram a sansão durante a realização da maior competição de toda a história no Ceará.

Pela primeira vez, vaqueiros disputam R$600 mil em Premiações nunca vista antes no Estado e é a Maior do Brasil este ano. A prova acontece na semana de 2 à 6/10, no distrito de Forquilha, zona rural de Maranguape, no Complexo Franskim Pedro, a 35 km da capital. Esporte, entretenimento, geração de emprego e renda marcam a programação com estimativa de 75 mil pessoas nos 5 dias.

 

Para os competidores a prova está dividida entre 5 categorias:

 

Amador, Profissional, Aspirante, Derby e Feminina. Em cada categoria a premiação tem valor diferentes e com direito a troféu, além do reconhecimento e pontuação nacional como etapa do Circuito Portal Vaquejada, o maior do país.

“Trazer o Circuito ao Franskim Pedro pela primeira vez revela nossa luta pelo esporte que já é bastante reconhecida, e é por isso que seguimos prezando pela realização de uma Vaquejada Legalizada”, comenta o organizador da prova, Teógenes do Amanari.

 

Nesta edição, a prova ainda resgata a tradicional disputa pelo título de Campeão dos Campeões, realizada no último dia de programação (domingo, 6), e que envolve os primeiros lugares de cada categoria em disputa única entre vaqueiros de maior desempenho nas

pistas.

Ainda como forma resgatar o antigo formato das provas dos anos 90, competidores terão acesso à senha de participação com o equivalente a no máximo 1% do representativo da premiação de cada categoria.

Economia

A tradição do esporte e cultura que norteiam a vaquejada, uma prática que no Nordeste data do começo do século passado, até hoje promove o aquecimento da economia. Para esta edição, estima-se a geração de 450 empregos diretos e indiretos e uma significativa injeção na economia local.

Entre os empregos diretos estão juízes de prova, locutores, veterinários, vaqueiros, e mão de obra em administrativo. Como a competição acontece em plena zona rural isenta de restaurantes e local de hospedagem, muita gente aproveita para buscar renda com aluguel de casas e venda de comida, ampliando assim a gama de empregos indiretos.

 

Estrutura do Complexo

Para receber mais e com melhor qualidade os visitantes, toda a área do Complexo foi duplicada para 200mil m² e tem como destaque a “Cidade dos Vaqueiros”, um espaço equivalente a 20 campos de futebol.

Nele, os caminhões das delegações (equipes de vaquejada) ficam estacionados com acesso a banheiros, iluminação e segurança. Um outro cuidado pode ser percebido na área de banho dos animais atletas, que foi quadriplicada. Mesmo com a ampliação, a responsabilidade socioambiental continua sendo primordial com medidas que evitam o desperdício de água e disseminação de doenças.

 

Shows

 

Mais de 10 atrações integram a programação musical completa com apresentações diárias, a exemplo de um dos ícones do forró da atualidade, o cantor Júnior Viana. A noite do sábado, 5, reserva um repertório que passeia por diferentes gerações e gostos musicais ligados às raízes da vaquejada no Ceará.

Se apresentam também os artistas Glaydson Gavião, além das bandas Forró Real e Puxa o Fole Sinvuca, que agitam o público com ritmos regionais. Uma programação musical gratuita acompanha todos os dias do Evento, com bandas da Região que se apresentam em diferentes horários.

 

Diretor Geral e Prorietário do Complexo

 

Como fã do esporte, Teógenes do Amanari começou a ter contato com a tradição da vaquejada há cerca de 20 anos. Na época, frequentava como expectador e sempre teve o sonho de um dia colaborar com a disseminação da prática.

“Através do Complexo, ficamos muito felizes em marcar o Ceará mais uma vez como um território de vaquejada de qualidade e, por consequência, contribuir no aperfeiçoamento do esporte que tanto amamos”, conta.

Com raízes ligadas à sua origem sertaneja, o cearense do distrito de Forquilha, em Maranguape, decidiu assumir um sonho em forma de desafio. O Complexo Franskim Pedro começou a ser construído em 2017 mesmo diante da instabilidade quanto a legalização do esporte e construído em plena zona rural.

O nome do complexo é uma homenagem ao seu pai, o senhor “Franskim Pedro”, assim como a área de restaurantes leva o nome de como sua mãe era conhecida, “Tia Leonilda” – uma forma de homenagem póstuma à ambos.

 

Novidade

Sempre buscado ampliar o alcance do esporte cearense em cenário nacional, ano que vem o público vai se deparar com o recorde em prêmios de 1.000.000,00 (um milhão). O novo circuito de 2020 já deve começar a ser planejado após esta edição.

 

Sobre a Lei

 

Acaba de ser publicada nesta terça-feira (17/9), no Diário Oficial da União, a Lei 13.873, de 2019, incluindo a vaquejada como expressão esportivo-cultural pertencente ao patrimônio cultural brasileiro de natureza imaterial. A legislação ainda ampara outras modalidades esportivas equestres tradicionais com proteção ao bem-estar animal.

A norma é oriunda de um projeto do ex-senador Raimundo Lira e altera a Lei 13.364, de 2016, que tem por finalidade regulamentar as práticas da vaquejada, do rodeio e do laço no Brasil. O texto foi aprovado pela Câmara dos Deputados em junho, como PL 8240/2017, mas tramitou no Senado como PLS 377/2016. A lei foi sancionada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

 

Programação dos Shows

 

Quarta-feira (2/10) – Abertura da vaquejada – Escolha da Rainha

Início: 20h

Atrações:

  • Roberto Diorigi
  • Chocolate Cantor
  • Fabson Falcão

Sexta-feira (4/10) – Atrações – entrada gratuita

  • Chocolate Cantor
  • Romero Cantor
  • Aline Fernandes

Sábado (5/10) – Atrações – entrada gratuita

  • João Gomes
  • Os Cazuza

 

Atrações – entrada com ingresso

  • Puxa o Fole Sivuca
  • Júnior Viana
  • Glaydson Gavião
  • Forró Real

Domingo (6/10) – Atraçōes – entrada gratuita

  • Muído Forrozeiro
  • Chapéu de Couro
  • Forró Diferente

 

Programação da Vaquejada

 

Quarta-feira (2/10)

Classificação do Profissional
Início:7h

Categorias: amador, aspirante, iniciante e feminina
Início: 14h

Quinta-feira (3/10)

Classificação do Profissional
Início:7h

Categorias: amador, aspirante e feminina
Início: 14h (até enquanto houver duplas)

 

Sexta-feira (4/10)

Classificação do Profissional
Início:7h

Classificação e disputa do Derby
Início: 14h

 

Sábado (5/10) – Classificação geral

Categorias: classificação do amador, aspirante e feminina
Início: 7h

 

Domingo (06/10) – Disputas Finais

Categorias:  feminina, derby, aspirante, amador e profissional
Início: 7h

 

PREMIAÇÃO

 

PROFISSIONAL: R$220 mil (1º ao 4º lugar 1 Carro Zero KM / do 5º ao 15º lugar premiação em dinheiro)

 

AMADOR: R$110 mil (1º e 2º lugar 1 Carro Zero KM / 3º ao 15º lugar premiação em dinheiro)

 

ASPIRANTE: R$110 mil (1º e 2º lugar 1 Carro Zero KM / 3º lugar à 15º premiação em dinheiro)

 

FEMININA: R$20 mil (1º lugar 1 moto Zero KM / 2º lugar ao 10º lugar premiação em dinheiro)

 

DERBY: R$20 mil (1º lugar 1 moto Zero KM/ 2º e 3º lugar premiação em dinheiro)

 

SENHAS
Senhas antecipadas da vaquejada: Allison (85) 95512410

 

SERVIÇO – CIRCUITO DE VAQUEJADANO COMPLEXO FRANSKIM PEDRO – R$ 600 MIL

Período: 2 a 6/10 (quinta-feira a domingo)

Local: Forquilha, Maranguape, Ceará

Informações: (85) 98796.3750

Por Ingrid Freitas Prata/ Assessoria de Imprensa