Conheça o cavalo friesian, nobre holandês que ganhou passaporte mineiro

Além da beleza e do porte aristocrático, chamam a atenção o andar trotado, a inteligência e a docilidade do animal.

19 de junho de 2017

 

Uma raça de cor negra, porte que chama atenção e temperamento muito dócil. Assim é o cavalo friesian, originário da Frísia, litoral norte da Holanda, e que vem ganhando o carinho dos brasileiros.

 

O animal chama a atenção por onde passa. Sempre tem gente com o celular ou a câmera na mão pra registrar o momento em que se depara com um friesian. “Essa raça eu já conhecia da internet. É muito bonita, nunca imaginei ver aqui em Uberaba”, diz o professor Marco Túlio Borges.

 

O poder de atração decorre das características marcantes desses cavalos. “A raça tem uma pelagem preta fechada, não existe pelagem diferente ou manchada. Eles têm um andamento trotado, são animais muito inteligentes que têm facilidade de aprendizado. Por isso são muito utilizados no adestramento clássico e artístico. Outras características são a pelagem nas patas, a crina longa e essa postura aristocrática”, afirma o criador Rogério Marques da Silva.

 

Ele se apaixonou pela raça por meio das telas do cinema: “Há muitos anos, quando ainda era criança, eu vi um filme chamado ‘O Feitiço de Áquila’. O ator principal tem um cavalo que é um friesian”. Naquele momento, o criador diz ter percebido que a sua ligação com a raça “vinha de outra vida”.

 

Silva cresceu, tornou-se advogado e pode finalmente realizar o sonho de criança: hoje ele é criador da raça. Em 2014, começou a trazer cavalos da Holanda, direto para Minas Gerais.

 

Um deles é Alfar, cavalo que nasceu na Holanda e chegou ao Brasil aos 4 anos de idade. Hoje com 8 anos, já possui 15 progênies nascidas no Brasil.

 

E como é a adaptação de friesians mineirinhos, de pai e mãe holandeses, vindos de um país com o clima tão diferente do nosso? O processo dura 60 dias.

 

“É preciso passar por um processo de aclimatação, um conforto térmico para eles se adaptem ao nosso clima. O processo é bem simples. Basta dar um conforto térmico na baia, uma ventilação melhor, uma cama mais confortável, bem limpa. Os animais nascidos já vêm ao mundo adaptados. Então, só precisam dos cuidados necessários a qualquer outro potro”, diz o veterinário Roney Oliveira.

 

Um friesian, que pode medir até 1,75 m no garrote, costuma comer cerca de 4 quilos de ração por dia. A alimentação e os cuidados com vacinação e vermifugação são semelhantes aos dos outros equinos.

 

O que chama atenção além da beleza exuberante é o temperamento. “Eles já nascem com uma pré-disposição genética a serem bastante dóceis. É um manejo muito tranquilo com eles”, afirma o veterinário.

 

“Eu tenho um sobrinho de 7 anos que monta neles. O friesian se dá bem com crianças. Não estressa, é tranquilo”, diz a estudante Michelle Marques.

 

Fonte:Canal Rural

13/10/2017 Equoterapia É Usada Para Ajudar Tratamento De Crianças Em Porto Velho

Equoterapia É Usada Para Ajudar Tratamento De Crianças Em Porto Velho

11/10/2017 Alemanha Coroada Na Copa Das Nações De CCE 2017

Alemanha Coroada Na Copa Das Nações De CCE 2017

11/10/2017 Leilão Pêga & Companhia Haras Ozorinho

Leilão Pêga & Companhia Haras Ozorinho

11/10/2017 9° Leilão Celebridades Mangalarga & Pampa e a presença da marca PEC

9° Leilão Celebridades Mangalarga & Pampa e a presença da marca PEC

10/10/2017 Nata jovem do Brasil conquista 16 medalhas no Sul-Americano da Juventude 2017

Nata jovem do Brasil conquista 16 medalhas no Sul-Americano da Juventude 2017

10/10/2017 Equipe Brasileira de Enduro faz vaquinha para o Pan Americano YR

Equipe Brasileira de Enduro faz vaquinha para o Pan Americano YR

10/10/2017 5ª Alagoas Quarter Horse abre temporada de leilões da 67º Expoagro

5ª Alagoas Quarter Horse abre temporada de leilões da 67º Expoagro

09/10/2017 Coberturas de campeão de vaquejada reforça genética do 5º Alagoas QH

Coberturas de campeão de vaquejada reforça genética do 5º Alagoas QH

Histórico