Conheça o cavalo friesian, nobre holandês que ganhou passaporte mineiro

Além da beleza e do porte aristocrático, chamam a atenção o andar trotado, a inteligência e a docilidade do animal.

19 de junho de 2017

 

Uma raça de cor negra, porte que chama atenção e temperamento muito dócil. Assim é o cavalo friesian, originário da Frísia, litoral norte da Holanda, e que vem ganhando o carinho dos brasileiros.

 

O animal chama a atenção por onde passa. Sempre tem gente com o celular ou a câmera na mão pra registrar o momento em que se depara com um friesian. “Essa raça eu já conhecia da internet. É muito bonita, nunca imaginei ver aqui em Uberaba”, diz o professor Marco Túlio Borges.

 

O poder de atração decorre das características marcantes desses cavalos. “A raça tem uma pelagem preta fechada, não existe pelagem diferente ou manchada. Eles têm um andamento trotado, são animais muito inteligentes que têm facilidade de aprendizado. Por isso são muito utilizados no adestramento clássico e artístico. Outras características são a pelagem nas patas, a crina longa e essa postura aristocrática”, afirma o criador Rogério Marques da Silva.

 

Ele se apaixonou pela raça por meio das telas do cinema: “Há muitos anos, quando ainda era criança, eu vi um filme chamado ‘O Feitiço de Áquila’. O ator principal tem um cavalo que é um friesian”. Naquele momento, o criador diz ter percebido que a sua ligação com a raça “vinha de outra vida”.

 

Silva cresceu, tornou-se advogado e pode finalmente realizar o sonho de criança: hoje ele é criador da raça. Em 2014, começou a trazer cavalos da Holanda, direto para Minas Gerais.

 

Um deles é Alfar, cavalo que nasceu na Holanda e chegou ao Brasil aos 4 anos de idade. Hoje com 8 anos, já possui 15 progênies nascidas no Brasil.

 

E como é a adaptação de friesians mineirinhos, de pai e mãe holandeses, vindos de um país com o clima tão diferente do nosso? O processo dura 60 dias.

 

“É preciso passar por um processo de aclimatação, um conforto térmico para eles se adaptem ao nosso clima. O processo é bem simples. Basta dar um conforto térmico na baia, uma ventilação melhor, uma cama mais confortável, bem limpa. Os animais nascidos já vêm ao mundo adaptados. Então, só precisam dos cuidados necessários a qualquer outro potro”, diz o veterinário Roney Oliveira.

 

Um friesian, que pode medir até 1,75 m no garrote, costuma comer cerca de 4 quilos de ração por dia. A alimentação e os cuidados com vacinação e vermifugação são semelhantes aos dos outros equinos.

 

O que chama atenção além da beleza exuberante é o temperamento. “Eles já nascem com uma pré-disposição genética a serem bastante dóceis. É um manejo muito tranquilo com eles”, afirma o veterinário.

 

“Eu tenho um sobrinho de 7 anos que monta neles. O friesian se dá bem com crianças. Não estressa, é tranquilo”, diz a estudante Michelle Marques.

 

Fonte:Canal Rural

27/06/2017 As Matrizes do Haras Vila Colonial

As Matrizes do Haras Vila Colonial

26/06/2017 Leite de égua ajuda no tratamento da Coqueluche

Leite de égua ajuda no tratamento da Coqueluche

26/06/2017 Animais Clonados já podem ser regularizados no SRG da ABCCMM

Animais Clonados já podem ser regularizados no SRG da ABCCMM

26/06/2017 Os finalistas do XL GP ABQM Potro do Futuro

Os finalistas do XL GP ABQM Potro do Futuro

26/06/2017 José Luiz de Carvalho vence a Copa Ouro CSN Santa Esmeralda em Paraopeba (MG)

José Luiz de Carvalho vence a Copa Ouro CSN Santa Esmeralda em Paraopeba (MG)

26/06/2017 Minas Gerais é líder nacional no uso de biotecnologia em reprodução de cavalos

Minas Gerais é líder nacional no uso de biotecnologia em reprodução de cavalos

26/06/2017 Pista de Avaré classifica Cavalos Crioulos para a Expointer

Pista de Avaré classifica Cavalos Crioulos para a Expointer

26/06/2017 Marlon Zanotelli (BRA) em 6º, a 1.45 m, no GCT de Mônaco. Vitória de Scott Brash

Marlon Zanotelli (BRA) em 6º, a 1.45 m, no GCT de Mônaco. Vitória de Scott Brash

Histórico