Alberto Guerra

Alberto Guerra

Marketing Equestre

Budweiser e seus Clydesdale

11 de maio de 2016

- Alberto Guerra

Budweiser e seus Clydesdale


O Superbowl é o espaço publicitário mais caro do mundo. A propaganda eleita a TOP 10 segundo a USA Today foi da Budweiser, intitulada “Puppy Love”. Na história um filhote de labrador interage com os cavalos da raça Clydesdale, cavalos de origem escocesa usados pela empresa desde Abril de 1933 e de lá pra cá nunca mais foi deixado de fora dos grandes eventos americanos, inclusive na posse do presidente Bill Clinton em 1993.


Os Clydesdale são marca registrada da cerveja e por este motivo são sempre relacionados. Usar animais em propagandas não é algo novo, porém a maneira como eles conseguem transmitir emoção ao público faz todo a diferença, mesmo usando o que existe de mais tecnológico é difícil despertar as mesmas emoções no público e conseguir adentrar em suas lembranças.


Atualmente, os profissionais de comunicação buscam criar experiências, lembranças e interatividade entre marcas e público. O desafio é grande, mas mesmo o mundo andando neste ritmo frenético e cada vez mais tecnológico nada substitui o bom e velho olho no olho, este é o caminho para a customização e vantagens competitivas nos negócios.


Vale informar que a Budwiser mantém um local destinado aos cavalos e aberto para visitantes, além de um blog onde contam os bastidores das gravações de comerciais, o dia a dia dos treinamentos e registra os futuros eventos em que participarão. Vale a pena conferir: http://www.budweiser.com/clydesdales/blog.html


Sempre digo que os cavalos são os animais mais democráticos que existem. Você pode nunca ter montado um, ou até sentir medo, mas sempre que vê o animal dedica uma pausa para admirá-lo. Esta reação está ligada as sensações que os cavalos nos passam: força, liberdade, pureza, nobreza, dentre tantas outras.


Imaginem como este e outros animais podem nos ajudar a criar relacionamentos com nossos respectivos públicos.